Estudos descobrem que a Cannabis pode ajudar a salvar a população de abelhas

Estudos descobrem que a Cannabis pode ajudar a salvar a população de abelhas

Estudos descobrem que a Cannabis pode ajudar a salvar a população de abelhas: Um estudo recente da Universidade Cornell afirma que as abelhas buscam a planta de cannabis por seu pólen único.

O estudo também afirma que quanto mais alta for a planta de cannabis, mais as abelhas serão atraídas por ela. As abelhas têm 17 vezes mais probabilidade de escolher uma planta mais alta do que outra mais curta. Parte do estudo explicou o raciocínio por trás dessa preferência:

“A altura da planta foi fortemente correlacionada com a riqueza e abundância de espécies de abelhas para parcelas de cânhamo com variedades mais altas, atraindo uma diversidade maior de espécies de abelhas.”

Ao contrário de outras plantas, o cânhamo tem uma fenologia de floração tão única que pode fornecer um recurso nutricional crítico para as abelhas durante um período de escassez que, de outra forma, poderia leva-las à fome.

Sem efeitos nocivos as abelhas

As abelhas também são capazes de trabalhar sem quaisquer efeitos colaterais da cannabis, porque elas não têm nenhum receptor de camabinoide.
Além de ser uma fonte de nutrição em tempos de necessidade, as plantas de cannabis também não precisam de pesticidas para crescer. Os pesticidas têm desempenhado um papel importante no declínio das populações de abelhas, mas agora a cannabis pode tornar a coleta de pólen muito mais segura e eficiente para as comunidades de abelhas.

Com tudo isso em mente, o estudo conclui encorajando produtores, gestores de terras e formuladores de políticas a considerar o valor ambiental de apoiar as comunidades de abelhas e levar em consideração a atratividade da cannabis para as abelhas ao desenvolver estratégias de controle de pragas.

Autor: Madelyn Grace

Tradução: Alexandre A. Peligrini

Fonte: https://www.trillmag.com/74273/read/life/drugs/studies-find-cannabis-can-help-dwindling-bee-population/?fbclid=IwAR34GeYYT9Z8aivANQTBrQeXxXaovdxWHP6rsSK4kWe8-xbHDzaSOWT-qz0

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *